Campeonato Mineiro

CAMPEONATO MINEIRO 2011

Cruzeiro vence o Atlético por 2 a 0 e é o campeão mineiro de 2011

Time celeste joga no ataque e derrota o arquirrival na Arena do Jacaré

Rodrigo Fonseca – Superesportes – 15/05/2011

Na Arena do Jacaré totalmente tomada pelos torcedores do Cruzeiro, a festa foi azul. O time da Toca da Raposa, que vinha de eliminação precoce na Copa Libertadores e que perdeu o confronto de ida para o Galo por 2 a1, mostrou poder de reação, jogou para ser campeão mineiro e alcançou o objetivo neste domingo, ao vencer por 2 a0. Aretranca atleticana suportou até aos 30 minutos do segundo tempo, quando Wallyson abriu o placar. Aos 41, Gilberto selou a conquista.

Defesas levam a melhor nos 45 minutos iniciais

Como já era esperado, coube ao Cruzeiro buscar o ataque. Com maior movimentação e imprimindo velocidade, o time da Toca da Raposa ameaçou mais. Porém, pouco espaço encontrou para finalizar.

Já o Atlético não foi bem ofensivamente. Diferentemente do prometido durante a semana, o Galo não foi agressivo. Recuado, o Galo segurou o rival, mas não acertou a ligação entre o meio-campo e o ataque.

Nos primeiros 20 minutos, ninguém conseguiu concluir com perigo. A primeira chance só surgiu aos 22 minutos, quando Thiago Ribeiro cruzou e Roger completou. O goleiro atleticano Renan Ribeiro defendeu. A resposta do Atlético foi com Mago Alves, mas o chute saiu longe do gol. O Cruzeiro continuou em cima. Numa cobrança de falta de Roger, Renan Ribeiro fez outra boa defesa.

Somente aos 32 minutos, o Galo encaixou um contragolpe. Renan Oliveira lançou Magno Alves, que foi travado no momento da finalização.

Ao final do primeiro tempo, o armador Roger analisou o jogo: “A gente sabia que ia encontrar isso. Estamos jogando contra um paredão, temos que martelar para ver se uma hora a gente quebra o paredão. Temos mais 45 minutos para fazer o gol”, disse.

Já o meia-atacante Mancini destacou: “Não jogamos bem na parte ofensiva, defensivamente fomos bem”, disse. “Agora temos de manter a posse de bola, mostrar tranquilidade e personalidade no segundo tempo.”

Prêmio ao time que buscou o título

O Atlético voltou com duas alterações. Saíram Renan Oliveira e Mancini para as entradas de Leleu e Richarlyson. Mas a postura continuou defensiva.

Já o Cruzeiro foi só ataque. Lamentou dois lances. Aos seis minutos, depois do escanteio, Gil cabeceou e a bola saiu raspando. Cinco minutos depois, Thiago Ribeiro rolou para Roger, que bateu rente à trave.

Mesmo recuado, o Atlético teve chances, ambas com Magno Alves, aproveitando erros da defesa celeste. Na primeira, ele chutou forte e Fábio defendeu. Na segunda, aos 28 minutos, a melhor oportunidade da partida. O atacante recebeu livre, cara a cara com Fábio, mas demorou a chutar, perdendo a bola.

Dois minutos depois, o Galo pagou caro. De tanto insistir, o Cruzeiro foi premiado. Wallyson fez boa jogada e bateu no canto para abrir o placar e explodir a Arena do Jacaré totalmente tomada por cruzeirenses.

A partir daí, o jogo mudou. O Atlético foi para o ataque e o Cruzeiro armou o contragolpe. Os celestes por pouco não ampliaram, aos 35, quando Wallyson chutou forte e Renan Ribeiro espalmou. Aos 41 minutos, Serginho fez falta dura em Thiago Ribeiro e, já amarelado, acabou expulso.

No minuto seguinte, o Cruzeiro selou sua conquista. Na cobrança de falta, Gilberto mandou a bomba e a festa azul tomou conta da Arena. Nem mesmo a expulsão de Gilberto, aos 44 minutos, diminuiu a alegria cruzeirense. Depois de substituído, Roger também recebeu o cartão vermelho. Final: 2 a 0.

CRUZEIRO 2 X 0 ATLÉTICO

CRUZEIRO: Fábio; Leandro Guerreiro, Victorino, Gil e Everton (André Dias, 18min 2ºT); Marquinhos Paraná, Henrique (Fabrício, 27min 2ºT), Roger (Leo, 32min 2ºT) e Gilberto; Thiago Ribeiro e Wallyson –  Técnico: Cuca

ATLÉTICO: Renan Ribeiro; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos (Bernard, 13min 2ºT); Serginho, Fillipe Soutto, Giovanni e Renan Oliveira (Leleu, intervalo); Magno Alves e Mancini (Richarlyson, intervalo) – Técnico: Dorival Júnior

Motivo: Joga de volta da decisão do Campeonato Mineiro
Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Data: 15 de maio de 2011

Gols: Wallyson, 30min 2ºT, Gilberto, 41min 2ºT

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) / Assistentes: Emerson de Augusto Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP)

Cartão amarelo:
Leonardo Silva, Mancini, Bernard (ATL); Victorino, Gil, Gilberto, Leandro Guerreiro (CRU)

Cartão vermelho: Serginho (ATL); Gilberto, Roger (CRU)

_______________________________________________

FINAL DA FASE DE CLASSIFICAÇÃO 2010
TIME
PG
J
V
E
D
GP
GC
S
1) Cruzeiro
24
11
8
0
3
29
15
14
2) Democrata-GV
23
11
7
2
2
22
13
9
3) Atlético
22
11
6
4
1
29
14
15
4) Tupi
21
11
7
0
4
21
14
7
5) Ipatinga
21
11
6
3
2
21
11
10
6) América
15
11
4
3
4
19
14
5
7) Villa Nova
15
11
4
3
4
10
15
-5
8) Uberaba
15
11
4
3
4
14
21
-7
9) Caldense
10
11
2
4
5
12
22
-10
10) América-TO
7
11
1
4
6
12
16
-4
11) Uberlândia
5
11
1
2
8
13
27
-14
12) Ituiutaba
5
11
1
2
8
4
24
-20

____________________________________

Campeões Amadorismo (desde 1916)

  • 1916 – América
  • 1917 – América
  • 1918 – América
  • 1919 – América
  • 1920 – América
  • 1921 – América
  • 1922 – América
  • 1923 – América
  • 1924 – América
  • 1925 – América
  • 1926 – Atlético
  • 1927 – Atlético
  • 1928 – PALESTRA ITÁLIA (CRUZEIRO)
  • 1929 – PALESTRA ITÁLIA (CRUZEIRO)
  • 1930 – PALESTRA ITÁLIA (CRUZEIRO)
  • 1931 – Atlético
  • 1932 – Atlético e Vila Nova

* Havia dois campeonatos e duas ligas

PROFISSIONALISMO (desde 1933)

  • 1933 – Vila Nova
  • 1934 – Vila Nova
  • 1935 – Vila Nova
  • 1936 – Atlético
  • 1937 – Siderúrgica
  • 1938 – Atlético
  • 1939 – Atlético
  • 1940 – PALESTRA ITÁLIA
  • 1941 – Atlético
  • 1942 – Atlético
  • 1943 – CRUZEIRO
  • 1944 – CRUZEIRO
  • 1945 – CRUZEIRO
  • 1946 – Atlético
  • 1947 – Atlético
  • 1948 – América
  • 1949 – Atlético
  • 1950 – Atlético
  • 1951 – Vila Nova
  • 1952 – Atlético
  • 1953 – Atlético
  • 1954 – Atlético
  • 1955 – Atlético
  • 1956 – Atlético e CRUZEIRO (no tapetão)
  • 1957 – América
  • 1958 – Atlético
  • 1959 – CRUZEIRO
  • 1960 – CRUZEIRO
  • 1961 – CRUZEIRO
  • 1962 – Atlético
  • 1963 – Atlético
  • 1964 – Siderúrgica
  • 1965 – CRUZEIRO
  • 1966 – CRUZEIRO
  • 1967 – CRUZEIRO
  • 1968 – CRUZEIRO
  • 1969 – CRUZEIRO
  • 1970 – Atlético
  • 1971 – América
  • 1972 – CRUZEIRO
  • 1973 – CRUZEIRO
  • 1974 – CRUZEIRO
  • 1975 – CRUZEIRO
  • 1976 – Atlético
  • 1977 – CRUZEIRO
  • 1978 – Atlético
  • 1979 – Atlético
  • 1980 – Atlético
  • 1981 – Atlético
  • 1982 – Atlético
  • 1983 – Atlético
  • 1984 – CRUZEIRO
  • 1985 – Atlético
  • 1986 – Atlético
  • 1987 – CRUZEIRO
  • 1988 – Atlético
  • 1989 – Atlético
  • 1990 – CRUZEIRO
  • 1991 – Atlético
  • 1992 – CRUZEIRO
  • 1993 – América
  • 1994 – CRUZEIRO
  • 1995 – Atlético
  • 1996 – CRUZEIRO
  • 1997 – CRUZEIRO
  • 1998 – CRUZEIRO
  • 1999 – Atlético, América (vice)
  • 2000 – Atlético, Cruzeiro (vice)
  • 2001 – América
  • 2002 – Caldense
  • 2003 – Cruzeiro
  • 2004 – Cruzeiro
  • 2005 – Ipatinga
  • 2006 – Cruzeiro
  • 2007 – Atlético
  • 2008 – Cruzeiro
  • 2009 – Cruzeiro
  • 2010 – Atlético, Ipatinga (vice)

PROFISSIONALISMO (SUPERCAMPEONATO MINEIRO)

2002 – CRUZEIRO, Caldense

ARTILHEIROS DO CAMPEONATO MINEIRO

  • 1915 – Meireles (Atlético) 7 gols
  • 1916 a 1925 – sem registro
  • 1926 – Mário de Castro (Atlético) 20
  • 1927 – Mário de Castro (Atlético) 27
  • 1928 – NINÃO (Palestra-Cruzeiro) 14
  • 1929 – Mário de Castro (Atlético) 17
  • 1930 – BENGALA (Palestra-Cruzeiro) 18
  • 1931 – Orlando (Atlético) 18
  • 1932 – Canhoto (Vila Nova) 12
  • 1936 – Guará (Atlético) 22
  • 1938 – Guará (Atlético) 18
  • 1939 – Paulista (Atlético) 7
  • 1940 – NIGINHO (Palestra-Cruzeiro) 14
  • 1941 – Baiano (Atlético) 15
  • 1942 – Tião (Atlético) 12
  • 1943 – NIGINHO (CRUZEIRO) 12
  • 1944 – ISMAEL (CRUZEIRO)
  • 1945 – ISMAEL (CRUZEIRO)
  • 1946 – Lero (Atlético) 13
  • 1947 – Lero (Atlético) 12
  • 1948 – ABELARDO (CRUZEIRO) 18
  • 1949 – Nívio (Atlético) 14
  • 1950 – Nívio (Atlético) 13
  • 1951 – Lucas Miranda (Atlético) 16
  • 1952 – Vavá (Atlético) 16
  • 1953 – Ubaldo (Atlético) 13
  • 1954 – Joel (Atlético) 11
  • 1955 – Tomazinho (Atlético) 15
  • 1956 – Tomazinho (Atlético) 15
  • 1957 – Miltinho (América) 12
  • 1958 – Ubaldo (Atlético) 13
  • 1959 – Ubaldo (Atlético) 13
  • 1960 – ELMO (CRUZEIRO) 15
  • 1961 – ROSSI (CRUZEIRO) 14
  • 1962 – Nilson (Atlético) 9
  • 1963 – Viladônega (Atlético) 12
  • 1964 – Jair Bala (América) 25
  • 1965 – TOSTÃO (CRUZEIRO) 17
  • 1966 – TOSTÃO (CRUZEIRO) 18
  • 1967 – TOSTÃO (CRUZEIRO) 20
  • 1968 – TOSTÃO (CRUZEIRO) 25
  • 1969 – TOSTÃO e DIRCEU LOPES (CRUZEIRO) 14
  • 1970 – TOSTÃO (CRUZEIRO) 11
  • 1971 – Jair Bala (América) 15
  • 1972 – Dario (Atlético) 21
  • 1973 – Campos (Atlético) 15
  • 1974 – Dario (Atlético) 24
  • 1975 – Palhinha (Cruzeiro) 10
  • 1976 – Marcão (América) 13
  • 1977 – Eli Carlos (Cruzeiro) 17
  • 1978 – Luís Alberto (Valeriodoce) 12
  • 1979 – Fernando Roberto (Guarani) 16
  • 1980 – Mauro (Cruzeiro) 18
  • 1981 – Vágner (América) 16
  • 1982 – Tostão II (Cruzeiro) 17
  • 1983 – Tostão II (Cruzeiro), Carlinhos (Cruzeiro) e Palhinha (Atlético) 13
  • 1984 – Carlos Alberto Seixas (Cruzeiro) 14
  • 1985 – Éverton (Atlético) 16
  • 1986 – Nunes (Atlético) 26
  • 1987 – Carlos Henrique (Uberlândia) e Luizão (Tupi) 12
  • 1988 – Hamílton (Cruzeiro) 12
  • 1989 – Gérson (Atlético) 19
  • 1990 – Sílvio (América) 20
  • 1991 – Gilmar (Democrata-GV) 14
  • 1992 – Toto (Cruzeiro) 16
  • 1993 – Hamílton (América) 12
  • 1994 – Ronaldinho (Cruzeiro) 22
  • 1995 – Renaldo (Atlético) 13
  • 1996 – Marcelo Ramos (Cruzeiro) 23
  • 1997 – Rinaldo (América) 12
  • 1998 – Marques (Atlético) 13
  • 1999 – Ditinho (URT) 12
  • 2000 – Ditinho (URT) e Joãozinho (Ipatinga) 14
  • 2001 – Guilherme (Atlético) 10
  • 2002 – Gustavinho (Caldense) 9
  • 2003 – Guilherme (Atlético) 13
  • 2004 – Alex (Cruzeiro) 14
  • 2005 – Fred (Cruzeiro) 14
  • 2006 – Marcelo Pelé (Democrata-SL) 9
  • 2007 – Araújo (Cruzeiro) 11
  • 2008 – Jajá (Guarani) 7
  • 2009 – Diego Tardelli (Atlético) 16
  • 2010 –

__________________________

03/05/2009 – Cruzeiro teve 80% de aproveitamento e os melhores ataque e defesa do Campeonato Mineiro 2009

Cláudio Antonio (Site oficial do Cruzeiro)

Além do título invicto, o décimo de sua história, o Cruzeiro terminou a disputa do Campeonato Mineiro deste ano com as melhores defesa e ataque da competição, mesmo tendo atuado com uma equipe mista em diversas partidas, em virtude da disputa da Copa Santander Libertadores. Foram dezessete jogos, com 12 vitórias e cinco empates, aproveitamento de 80,4% dos pontos disputados.

Os outros nove títulos estaduais que a Raposa conquistou sem perder um jogo sequer foram em 1926, 1929, 1930, 1944, 1968, 1969, 1992, 1994 e 2003.

O poderoso ataque da Raposa marcou nada menos que 51 gols, em uma média de 3 gols por partida. O atacante Kléber, autor de 13 gols, foi o artilheiro da equipe, seguido pelo volante Ramires, com sete, e do atacante Wellington Paulista, que marcou seis vezes.

Já a defesa celeste sofreu apenas 13 gols, 0,76 por partida, a melhor média de todo o torneio, com menos de 1 gol sofrido por jogo.

“O nosso grupo de jogadores é muito bom, muito qualificado. O Adilson soube levar esse grupo muito bem. Isso é só o início e temos que trabalhar muito ainda para os próximos objetivos”, comentou o volante Ramires, que ficou de fora da partida por suspensão.

O lateral-direito Jonathan, que também não jogou, reconheceu seus méritos na campanha do título e enalteceu também a qualidade do time.

“Fico muito feliz por ter dado minha parcela de contribuição. Meu coração estava na mão, ali sentado, sem poder ajudar a equipe. Mas fiquei muito feliz pela campanha que fizemos, pelo jogo passado e pela força do nosso grupo de jogadores”, comemorou Jonathan,que atravessa a melhor fase de sua carreira.
Confira a campanha e os gols do título:

1ª fase
Uberlândia 1 x 2 Cruzeiro (Gerson Magrão e Fernandinho)
Cruzeiro 5 x 0 Social (Jonathan, Ramires 2 e Wellington Paulista 2)
Villa Nova 2 x 3 Cruzeiro (Soares 2 e Ramires)
Cruzeiro 5 x 0 Guarani (Alessandro, Leonardo Silva, Wellington Paulista, Jonathan e Soares)
Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG (Ramires e Soares)
Uberaba 2 x 2 Cruzeiro (Jancarlos e Gerson Magrão)
Cruzeiro 4 x 1 Ituiutaba (Kléber 3 e Wellington Paulista)
Cruzeiro 0 x 0 Tupi
América 0 x 0 Cruzeiro
Rio Branco 1 x 1 Rio Branco (Wellington Paulista)
Cruzeiro 7 x 0 Democrata-GV (Gerson Magrão, Kléber 3, Ramires, Bernardo e Wanderley)

Quartas-de-final
Cruzeiro 1 x 0 Tupi (Marquinhos Paraná)
Tupi 2 x 7 Cruzeiro (Kléber 3, Ramires 2, Fabrício e Marquinhos Paraná)

Semifinal
Ituiutaba 1 x 4 Cruzeiro (Wellington Paulista, Kléber 2 e Wanderley)
Cruzeiro 2 x 1 Ituiutaba (Wanderley e Leonardo Silva)

Final
Cruzeiro 5 x 0 Atlético-MG (Kléber, Leonardo Silva 2 e Jonathan 2)
Atlético-MG 1 X 1 Cruzeiro (Kleber)

__________________________________________

CAMPEONATO MINEIRO 1937

Primeira fase:

  • Palestra Itália 1×0 América
  • Palestra Itália 1×1 Atlético
  • Palestra Itália 3×1 Retiro
  • Palestra Itália 1×1 Siderúrgica
  • Palestra Itália 2×0 Villa Nova

Fases adiantes:

  • América 1×3 Palestra Itália (atual Cruzeiro)
  • Atlético 3×0 Palestra Itália
  • Retiro 2×3 Palestra Itália
  • Siderúrgica 2×1 Palestra Itália
  • Villa Nova 1×1 Palestra Itália

Finais:

  • 20/03/1938 – Villa Nova 3×1 Siderúrgica
  • 25/03/1938 – Siderúrgica 3×0 Villa Nova
  • 03/04/1938 – Siderúrgica 1×0 Villa Nova

Classificação Final

  • 1º – Siderúrgica – 17
  • 2º – Villa Nova – 16
  • 3º – Palestra Itália (atual Cruzeiro) – 13
  • 4º – Atlético – 10
  • 5º – América – 7
  • 6º – Retiro – 3

Uma resposta

  1. Prezados Amigos
    Bom dia

    Gostaria de saber se vocês teriam como fornecer a ficha técnica do jogo em que o Cruzeiro sagrou-se bicampeão mineiro em 1973. Sei que foi numa partida contra o Atlético e, que a Raposa venceu por 1×0 no quadrangular decisivo. Naquele ano o Atlético terminou em 4º e o América foi o vice-campeão mineiro.
    Fico ansiosamente no aguardo de uma resposta dos nobres amigos.
    Um abraço

    Lourenço Camelo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: